sexta-feira, 2 de agosto de 2013

COMO FUNCIONA A CARBOXITERAPIA

A carboxiterapia é um dos métodos mais utilizados por clínicas de estética para combater celulites, estrias, flacidez e gordura localizada. O procedimento, que consiste na injeção de gás carbônico (CO2) nos tecidos da pele, pode ser aplicado para melhorar o aspecto de diversas partes do corpo, como abdômen, nádegas, costas, coxas e braços.
Dentre as adeptas da carboxiterapia, é difícil encontrar uma que fale mal da técnica ou que diga que ela realmente não funcione. A maioria afirma que o procedimento combate a gordura localizada, flacidez, estrias e celulite, entre outros problemas.
o procedimento não deixa sequelas mais graves ao corpo das pacientes. "O gás age estimulando a circulação sanguínea e é posteriormente eliminado na respiração, por isso não provoca nenhum outro tipo de dano ao corpo".
Mas, atenção. Antes de se submeter ao tratamento, a paciente deve ser avaliada sobre possíveis contraindicações. Mulheres grávidas, que amamentam ou têm problemas hormonais não devem realizar o procedimento.
Grande parte das pessoas que se submetem ao tratamento reclama da dor e da aflição de sentir a agulha sendo introduzida no corpo.
"Indicamos a terapia para quem não têm medo de agulha e possui tolerância à dor, porque ao injetar o material, pode haver ardência e o aparecimento de pequenas lesões no local".
O tratamento também não é rápido e para visualizar melhoras, é preciso realizar mais de cinco aplicações. "As sessões são repetidas a cada 15 dias, com retoques num período que varia entre seis e dez meses, dependendo da resposta do paciente".